#210808

#672417

REQUERIMENTO N° 010/2024
Estado da Paraíba
Câmara Municipal de Santa Luzia/PB
"CASA DR. FRANCISCO SERÁFICO DA NÓBREGA FILHO"
CNPJ: 24.508.640/0001-75
Requer que a “Irmandade de Nossa Senhora do Rosário” seja incluída no patrimônio histórico cultural do estado da Paraíba.

Requeiro a Vossa Excelência, na forma regimental e depois de ouvido o Plenário, que seja oficializado formalizado pedido de APELO ao Deputado George Morais, para que apresente Projeto de Lei na Assembleia Legislativa da Paraíba, incluindo a “Irmandade de Nossa Senhora do Rosário” como Patrimônio Histórico Cultural do Estado da Paraíba.

 

Sala das Sessões da Câmara Municipal de Santa Luzia-PB, em 05 de fevereiro de 2024.

JOSÉ NERIS DE SOUZA SANTOS

Vereador

JUSTIFICATIVA:

Estou sugerindo este Projeto de Lei que propõe a inclusão da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário como Patrimônio Histórico e Cultural do Estado da Paraíba.

A história da Irmandade está intrinsecamente ligada a figuras ilustres, como Manoel Maximiniano da Nóbrega, pai do doutor Seráfico da Nóbrega, governador do estado, e avô do doutor Seráfico Nóbrega, deputado estadual. Foi Manoel Maximiniano que adquiriu uma imagem de Nossa Senhora do Rosário no Recife, em 1879, levando-a para a igreja em um cortejo memorável.

O trajeto da imagem, saindo do sítio Ramadinha até o Alto da Boa Vista e, em seguida, até a igreja Matriz, marcou a devoção e a tradição religiosa da comunidade. O padre Vicente Dantas da Nóbrega celebrou a primeira missa do Rosário, solidificando a importância histórica dessa Irmandade.

Além disso, informações adicionais fornecidas por Mário Ferreira de Medeiros e Roberto Ferreira destacam a relevância cultural da Irmandade. A criação da Banda Cabaçal por Julião, a ascensão de Florença Augusto da Silva como a primeira rainha do Reisado do Rosário, e a participação ativa de moradores locais na preservação dessas tradições revelam a riqueza cultural que a Irmandade representa.

Neste contexto, apresento este Projeto de Lei com a convicção de que a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário deve ser reconhecida como parte integral do patrimônio histórico e cultural da Paraíba. Conto com o apoio dos nobres colegas vereadores para a aprovação desta proposta, que visa a preservar e promover uma parte valiosa da nossa herança cultural.

Santa Luzia,
5 de fevereiro, 2024
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support